Seja bem-vindo.

Aos poucos deixarei aqui algumas impressões. Talvez o meu mundo seja parecido com o seu. Nele, uma grande luz brilha, cada dia mais intensa. O "Sol da Justiça", tão fácil de explicar, tão difícil de entender. Não sejam as minhas palavras, mas uma brisa que alivie o estado ruim de nossas almas.


sábado, 6 de agosto de 2011

PARABOLE

A infelicidade é ponto, obrigação
por onde deve o ponteiro sim passar.
Tolice seria o desejo de só rir,
de fugir, de não chorar.
é
do
ser
gota
pouca
vívida
cristalina
forma oca
sopro e vento
espaço e tempo
segue amplo silêncio
retilínea aventura do ser
instante e não - veloz ao chão
caiamos livremente em sua gota:
veja que doce, santa e fértil a lágrima.

Obstáculos a nós mesmos
deixemos de ser, frustrados
deixemos de ter, amparos
do fato, para o vácuo, para o vão.
Óh infeliz, este sim, que clama ao sofrimento
dizendo: não o quero!
Catarata, sombra, arcada
em si mesma qual enxada
abandonada a pender no chão.

Quebrem-se as expectativas
e com elas o homem.
Há de se moer os pés
dos cavalos de guerra, empinados seus cavaleiros

e nomes de ser,
na matemática vital da perda.

Tudo que se forma, soma
força e potência pra cair.
Fica o pó, que permaneça
Ao pó, tudo o que enriqueça!
Viva o tênue, o sem massa,
O Pó da Letras, viva! O
Sumo mestre das parábolas.

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Estrela da Manhã

A coroa sobre cada ato honrado
Sobre cada movimento perfeito
Do circundar dos astros
Do imutável, do feito.
Em cada reta, menor distância
Na matemática e na lógica
Do cosmonauta e da semântica.
Lá está a física dos ângulos perfeitos
Das leis - esplendor das consciências
Átomos revestidos do melhor verniz
Está em tudo que diz:
Existo.
Para além da física, da matéria, quem sabe?
O visível leva o selo da verdade
O abstrato fica por nossa conta.
Abstrato, o invisível aponta:
Um norte em cada ponto, em todo canto.
A cada fração do pensamento, um vento
Rodopia nossa bússola mestra
A natureza do universo atesta.
De cada estrela a majestade da luz,

Possui mil nomes, milhões de estrelas, (JesusYausha.

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

INSTANTÂNEO

Que meu egoísmo Senhor, possa estar menor a cada dia.
Farei o possível e espero que seja o suficiente.
O impossível pertence a ti. Cá estou a depender da tua bondade.
Que teu perdão possa aproximar-me de ti;
e quando ao longe eu avistar a tua vinda, 
meu coração esteja tomado pelo teu amor;
minha mente cativa pelo teu conhecimento, 
meu espírito purificado pelo teu sangue.
Viveremos assim, felizes para sempre.
Uma eternidade que já experimento em todos
os bons momentos da vida em que estou agradecido.
Teu dom eterno de ser, compartilhado com um sem número de seres,
em uma breve história do tempo.